terça-feira, 15 de julho de 2008

Rumos e Ramos




Todos os rumos ainda são ramos
Apenas planos recém-nascidos
num solo fértil, porém estranho
Apenas paciência, adubo e líquido...
por enquanto.


Ilustração: WEB

3 comentários:

Múcio L Góes disse...

Mi... brigado pela visita, viu!

quase empatamos no título, tenho um poema "rumo ao ramos" rsrs

lindo, o seu!

bjo

Leandro Jardim disse...

Bem bonitinho esse brotar!

douglas D. disse...

primaverar,
parir de cores.