terça-feira, 24 de março de 2009

Um fio entre nós




Silencio e teço um fio entre nós. As palavras tornaram-se facas. Corte e sangue é o que vejo. Dor é o que sinto. Mas eu finjo muito bem, ainda sorrio como ninguém.

...

desato os nós
em um ato
cheio de dó
de mim


Foto: WEB photoshopada.

Um comentário:

Armando Moya disse...

Triste. Bem triste.