sexta-feira, 1 de agosto de 2008

O batuque de antes/ Um batuque distante




Enquanto estamos
nesse canto preto e branco
e melódico
que seria
sem arte e ócio
apenas prantos...

Um batuque distante
me ilude de que
num terreiro próximo
sambam os nossos pés
sem calçados e ódio
extamente como antes.


Ilustração: Samba no terreiro - PEDRO PAMPLONA

Um comentário:

marilia disse...

É essa!!
Só pode ser!
A que mais amei, sô!