segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Extenso silêncio


Meu silêncio
nunca foi
tão extenso.

Só penso.

Converso com
o que está dentro.

Papos intensos.

E é por esses versos
que tento
coloca-los para fora.

Demora.

O processo
está lento.

Espero.

Então me contento
fazendo estes
agora.

Figura: Web

Um comentário:

Raphael disse...

E agora? Contetaremos com o que fica rasamente no rascunho!

Mas nunca desistiremos!

Adorei, adorei!!

Beijão, Mi!!!